A mulher do viajante no tempo, de Audrey Niffenegger

Fazia muito tempo que eu estava querendo ler A mulher do viajante no tempo, de Audrey Niffenegger, fosse pelas resenhas positivas a respeito dele, ou pela temática de viagem no tempo que eu tanto adooooro *_*
Ganhei o livro de presente de aniversário do Lucas e do André e comecei a ler no mesmo dia (o que significa que a resenha é que está super atrasada, ahahaha ... ¬¬).

A história é sobre um casal, Henry DeTamble e Clare Abshire e sua história de amor cheia de indas e vindas... no tempo. Henry sofre de um distúrbio genético que o faz viajar no tempo ao menor sinal de stress. Sem qualquer aviso, ele simplesmente some do presente para reaparecer no passado ou no futuro, perdido, enjoado e completamente pelado. É assim que Clare o conhece, ainda criança, e com quem convive ao longo do tempo, ano após ano, vendo um Henry ora mais novo, ora mais velho, e apenas esperando o momento de finalmente encontrá-lo no seu presente e viver a história que a tantos anos sabia que viveria.

O modo como a história é contada é bem diferente do que eu estava acostumada. Além das constantes idas e vindas no tempo, ora temos Clare narrando, ora temos Henry, e a mesma cena às vezes ganha dois (ou até mais) pontos de vista e por isso mesmo é necessário prestar bastante atenção às datas e idades dos personagens descritas no inicício de cada narrativa ou pode acontecer de se perder no meio. Porque eu me perdi algumas vezes, mas nada muito grave, já que depois de um tempo a gente se acostuma.
A história tem partes engraçadas e também tristes. Não tem como  não achar graça das situações absurdas pelas quais Henry passa quando está sendo jogado pra lá e pra cá na linha do tempo, como quando leva uma sapatada na cara de uma Clare ainda criança, mas é muito tenso ler a história e ficar pensando que a qualquer momento Henry vai desaparecer. Nisso a gente meio que se sente como a Clare, ela está constantemente preocupada com ele, onde ele está, se ele está bem, se vai ficar no presente quando ela precisa que ele fique, e como eles podem levar uma vida o mais normal possível com um problema tão anormal entre eles. E a história de amor desse casal, que podia ser igual a de qualquer outro ganha esse tempero extra e consegue prender totalmente até quem não é chegado em ler histórias românticas. Tipo eu, haha.

Em A mulher do viajante no tempo, a autora não se preocupa em explorar paradoxos, e trata rapidamente sobre a alterabilidade ou não do passado ou futuro, assuntos bastante comuns em histórias que envolvem viagens no tempo. Henry está sempre encontrando seu eu do passado ou do futuro, por exemplo. Foi um modo totalmente novo de explorar o tema, e eu gostei bastante. Acredito que quem não gosta de ficção científica vai adorar o livro tanto quanto quem gosta.
A única coisa que eu não gostei muito no livro, e que me fez tirar uma pantufinha da nota final, foi a quantidade exorbitante de termos e expressões chulas, principalmente ao se referir à certas partes anatômicas do corpo humano. Isso meio que estragou algumas cenas que tinham tudo para serem bonitinhas e acabaram ficando vulgares.

Como eu ainda não vi o filme baseado no livro, Te amarei para sempre, não vou comentar sobre ele XP



Mais informações:




Nome: A mulher do viajante no tempo
Autor: Audrey Niffenegger
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9788560280407
Número de Páginas: 456

Web:
Site oficial da escritora Audrey Niffenegger
Selo Suma de Letras (Editora Objetiva)
A mulher do viajante no tempo no Skoob
A mulher do viajante no tempo no O Livreiro

10 comentários:

  1. Ótima resenha! Já assisti o filme e achei ótimo, agora fiquei com vontade de ler o livro :3

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo esse livro faz pelo menos 8 meses e ainda nao consegui terminar. To no finalzinho já, mas ta dificil sair.. ^^'
    Não me adaptei ao estilo de narrativa, achei muito cansativo. Provavelmente por isso eu até acabei preferindo o filme ao livro, porque lá tem só a história, de uma forma mais simples.

    Quanto ao palavreado chulo, eu não posso opinar, pois li o livro em inglês, e acho que as expressões são mais amenas.. talvez seja coisa da tradução mesmo, um pouco literal demais ^^'

    Enfim, eu gostei e pretendo terminar o livro conforme minha paciência deixar (talvez daqui a mais alguns meses xD), mas não teria paciência para ler de novo.

    ResponderExcluir
  3. @Danielle Martin
    Eu imaginei que pudesse ter sido coisa da tradução mesmo, porque geralmente a tendência é usar os nomes oficiais das partes, não os vulgares ¬¬

    ResponderExcluir
  4. Tenho muita vontade de ler esse livro. Histórias sobre voltar no tempo, amor, etc, tô dentro :D

    Só acho essa capa tão estranha rs

    ResponderExcluir
  5. Amei sua resenha! Eu sou apaixonada pelo filme e quando descobri que tinha um livro fiquei super curiosa para ler, ainda não o fiz, mas parece ser ótimo *-*

    Beijos,
    Thanny in Wonderland
    http://whosthanny.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler este livro, parece um romance tão bonito... O filme é de longe tão interessante quanto o livro.
    Adoro suas resenhas, seu blog é uma fofura e, por este e outros motivos, que deixamos um selinho para você em nosso blog.
    Seu blog é um amor, e passa lá para pegar a sua homenagem :)
    Aceite o nosso carinho e nossa admiração.
    Beeeijinhos,
    http://naparededoquarto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi!!!

    Achei muito fofo seu blog, seguindo para me inteirar das novidades!

    Eu li esse livro e achei a narrativa muito complexa, mas o livro é maravilhoso! Tirando as expressões chulas rsrs

    O filme é lindo demais também!

    Boas Leituras :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Vim para deixar um FELIZ NATAL e um grande ANO NOVO a ti e a todos aqueles que teu coração abriga.
    BOAS FESTAS!!!!

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito ler esse livro
    Eu assisti o filme e é até legal, apesar de eu não ter achado "aquela coisa".
    Mas to doido pra ler o livro, pena que o preço ta um pouco alto.

    chris
    leiobooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oie, acho que esse livro deve ser tudo de bom!! Já vi o filme e fiquei apaixonada.

    Estou no Amigo Secreto e estou aos poucos add todos os participantes. Depois passo para ver seus presentinhos. Adorei suas Pantufas. Linda!!!

    XOXO, da Lisse

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.