Um otimista incorrigível, de Michael J. Fox

Eu não sou de ler biografias, contando com essa, até hoje só li... duas (a outra foi uma biografia de J K Rowlling)! Por mais que eu goste de um artista, eu geralmente não estou muito interessada na vida (e principalmente nas besteiras) que ele/ela faz no seu dia-a-dia. Acho que sou a fã mais anti-fã que existe na face da Terra XD
Mas depois que eu vi uma resenha (ótima, por sinal) desse livro no blog Lost in Chick-lit, fiquei bastante curiosa, afinal além de adorar o Michael J. Fox (depois da trilogia clássica de Star Wars, a trilogia De volta para o futuro é a minha favorita), sempre tive muita curiosidade a respeito da Doença de Parkinson.
Comprei de presente (para mim mesma) no Natal e não me arrependi. O livro é maravilhoso!

Não encontramos nele trechos recheados de autocomiseração, revolta ou derrotismo. Esse é um livro sobre otimismo, e é otimismo que transborda do texto sincero e bem humorado do ator. Soa até estranho dizer que dei boas risadas lendo a autobiografia de alguém com a Doença de Parkinson, mas não tem como evitar ao menos um sorriso ao ler trechos como o que ele está explicando para as filhas sobre o que é o livro que está escrevendo, ou suas preocupações com os ferozes javalis franceses, que poderiam sair correndo detrás de um moita a qualquer momento para arrancarem seu pâncreas durante um singelo passeio de bicicleta.

Através dos quatro temas em que dividiu seu livro (Trabalho, Política, Fé e Família), Michael J. Fox nos conta como decidiu e como foi sua aposentadoria da série que produzia e estrelava, Spin City. Como sua família lidou (e ainda lida) com a doença, como era e como ficou a sua relação com a religião. Também conta como ele chegou à criação da Fundação Michael J. Fox (não fazia a menor idéia da trabalheira que é abrir uma fundação o-o) e subsequente luta pelas pesquisas com células-tronco no meio político, sem poupar elogios a quem merecia elogios, nem críticas a quem merecia críticas (né, Bush? ¬¬). O ator também não poupa ao descrever o lado ruim de assumir uma posição dentro da política, mesmo que seja por uma boa causa. É incrível ver até onde as pessoas podem ser cruéis umas com as outras. Mas o que é mais incrível é que mesmo nessas partes, o ator ainda consegue nos fazer rir com suas tiradas.

Enfim, é um livro que eu indico para todos, não só para quem é fã de Michael J. Fox. Me ajudou a entender melhor a Doença de Parkinson e o quanto ela pode afetar a vida de uma pessoa. Reforçou as minhas idéias favoráveis às pesquisas com células tronco e ainda mais a idéia que eu faço de que com otimismo qualquer mal pode ser enfrentado (é, sou uma Pollyana XD).

Para terminar essa resenha, deixo o vídeo do anúncio da Fundação Michael J. Fox, citado no livro, onde ele aparece ao lado de Muhammad Ali.



Mais informações:





Nome: Um otimista incorrigível
Autor: Michael J. Fox
Editora: Planeta
ISBN: 9788576654773
Número de Páginas: 256

Web:
Fundação Michael J. Fox
Editora Planeta
Um otimista incorrigíve no Skoob
Um otimista incorrigíve no O Livreiro

Um comentário:

  1. mas livros para lista, e até ler sua resenha não tinha tido tanta vontade de o ler.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.