Ressucitando velhas estórias.

Antigamente eu costumava mexer num programa chamado RPG Maker. Como o nome indica, é um programa para criarmos jogos de RPG. Ele é bem legal e oferece recursos o bastante para uma pessoa que tenha paciência e dedicação o suficiente para criar um jogo incrível.
Eu fiquei super empolgada com a idéia, e logo criei o meu próprio game intitulado "Immortalis". Como tudo o que eu faço, óbviamente, não deu certo. Perdi arquivos várias vezes com as panes esquisitas que meu computador dava de vez em quando. O roteiro era mudado o tempo todo porque, apesar de já ter um bom argumento, eu não estava conseguindo desenvolvê-la do jeito que queria.
Um dia, fui até a biblioteca da faculdade para olhar livros, mas sem ter nenhum título em mente, e então encontrei um que falava sobre religiões do mundo todo. Dei uma folheada e me deparei com a parte que falava da antiga mitologia nórdica. Aqueles papos de Aesir, Midgard, Ragnarok e Yggdrasil, etc etc etc. Naquele momento tive um insight.
Quando cheguei em casa reescrevi toda a estória, mesclando elementos da mitologia nórdica e outros criados por mim mesmo. Quando terminei percebi que finalmente tinha feito uma estória que me agradava até os mínimos detalhes! ^_^
Empolgada, trabalhei duro para fazer os gráficos do jogo, editei os personagens, cenários e músicas que vem originalmente com o jogo para que ficasse algo 'minha cara' e então comecei a criar o jogo. Criei todo o prólogo e fiquei super animada que tivesse conseguido dar um clima de calamidade a ele, condizente com um período de terror como o Ragnarok. Estava criando a cidade onde os personagens viviam, o mapa principal, estava me matando para encontrar uma boa árvore que pudesse representar Yggdrasil (eu era bem ruinzinha com pixel art na época, logo teria que transformar uma imgem de verdade numa árvore de jogo :P) quando o computador pifou de novo. No backup malfeito dos técnicos que o consertaram, o jogo todo foi irremediavelmente perdido.

Esse foi o que considerei o golpe de misericórdia. Depois disso, acabei parando de mexer no RPG Maker. O arquivo original com a estória também foi perdido, logo nem mesmo ressucitar o roteiro eu me vi capaz de fazer.

Até hoje.

Mexendo numa caixa de sapato onde eu coloquei alguns desenhos antigos e outros trecos relacionados às minhas criações (não é só a J.K. Rowling que faz isso :P), eu encontrei o roteiro impresso. Dei uma lida nele (nem me lembrava mais direito da estória o.o), e de repente senti um pouquinho daquela velha empolgação voltar a tomar conta de mim. Fazia muito tempo que eu pensava em ressucitar alguma antiga estória minha e desenvolvê-la, meio que para passar o tempo, só para ter alguma coisa para me distrair nesses tempos que andam tão estressantes para mim... >__<), mas os planos foram mudados.
Ressucitar velhas estórias é bom.

Me sinto empolgada como não me sentia a muito tempo! *-*

8 comentários:

  1. Oba! Quero ler!

    Aliás, se você quiser uma ajuda com o jogo, um dia desses... Ih, melhor eu não me oferecer, é semestre de vestibular, eu não vou ter muito tempo. \: Mas depois, um dia, talvez. Se você quiser fazer o jogo um dia desses, eu tenho paciência pra mexer com o RPG Maker—podia te ajudar com a programação. (:

    ResponderExcluir
  2. Uau, muito obrigada pela oferta ^_^
    Quem sabe um dia eu me animo a mexer no programa de novo, daí peço uma ajudinha ^^

    ResponderExcluir
  3. Ah!!! Só vi esse post agora...

    Com a gente conversando quase todo dia via MSN eu quase não entrava mais aqui! hehehe

    Continua mexendo na história? Vc sabe que eu adoraria ler :) E ver desenhos *cutuca* hehe

    Bjinhos!
    Aguardo mais novidades :)

    t+!
    Tássia

    ResponderExcluir
  4. Re: Ah!!! Só vi esse post agora...

    Ahhh... eu e a estória tivemos uma discussão e eu a arquivei de novo ¬_¬"
    Ás vezes eu me odeio por fazer coisas assim...

    ResponderExcluir
  5. *Aparece como se nunca tivesse desaparecido e tudo estivesse certo com o mundo*

    Hah! Eu entendo bem o que você sofreu com o RPG Maker. A minha casa/palácio/base vilânica ultra-secreta no Morrowind tá a mesma coisa. Sempre tem alguma coisa que eu quero adicionar ou algum detalhe que não estou satisfeito. Aí acabo me distraindo com alguma outra coisa e nunca que acaba esse negócio.E olha que era para ser um projeto rápido. Tanto que até copiei algumas outras partes já existentes no jogo para facilitar minha vida.

    Sobre parar histórias no meio... Bem, isso é outra coisa que entendo mas é melhor nem tocar no assunto. @_@

    ResponderExcluir
  6. Sei como se sente...
    tenho uma história parecida.. atualmente chamada de Dark Legends :P
    mas quando o saudosismo me pegou, fiz um fanzine... que tá uma caca XD
    É incrível como é fácil estragar o próprio trabalho, quando se está inspirado =P

    ResponderExcluir
  7. Pois é... por ver que eu ia estragar a estória, decidi que é melhor deixar ela bem quietinha, do jeito que estava... o.o'
    Vou me dedicar a outros projetos menos estragáveis...

    ResponderExcluir
  8. Cara... realmente é bom não tocar no assunto. O que eu mais tenho são histórias largadas pela metade >____

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.